sábado, 10 de setembro de 2011

O (mini)pomar doméstico

A Canela do meu compadre Antônio
A casinha já está nos finalmentes. Mais uma semana e estou de mudança.

Neste sábado, o pomar doméstico tomou forma. Na imagem que abre a postagem, o pé de canela que ganhei dos meus compadres Antônio e Rose. 

O Leo escolheu o lugar: - Aqui vai ficar bom pai, vai dar sobra para o Sepé.

O Sepé Tiaraju é o meu cachoro, cumpre informar. Noutra ocasião coloco uma foto do "amigão". 

No (mini) pomar doméstico não poderia faltar bergamata ponkan, minha fruta preferida. Pantei quatro pés. Dois estão abaixo:


Mas como a Simone adora bergamota comum, então plantei um pezinho para ela:


E tem quatro mudas de laranja umbigo! Essa aí abaixo dá no cedo:


As mundas já na terra:


Um apanhado geral do pomar:


 Finalizando, mais uma canela, que fará sombra na casinha (fundos):


Tem o chorão, é verdade. Chega na quarta-feira!

Um comentário:

  1. Que delícia de quintal! Tudo que o Flavio queria era um quintalzão grande assim, mas não deu... Voê viu que ele colocou uma foto do fusquinha lá no blog pra você?
    Boa mudança, que acho que será em breve!
    Camila

    ResponderExcluir

Como diz o Chapolim/Chavez: sigam-me os bons!

Recent Posts